Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
Resultados 11 a 20 de 24

Tópico: Pec 241

  1. #11
    É muita burrice torcer por privatização.

    Mais burrice ainda é quando alguém fala sobre a livre concorrência, liberais de araque. É só pegar a nossa telefonia como o mais belo e lindo exemplo, tudo funciona perfeitamente, eles nem são uma das empresas com mais reclamações no Procon. Esperai, melhor ainda, o Estado precisa passar a mão na cabeça sobre a divida que elas já têm. Pra facilitar a compreensão, uso a fonte que tanto de vocês gostam: http://veja.abril.com.br/brasil/plan...ario-as-teles/

    Vocês vivem em um bolha, querem pobre sendo pobre e nada vai mudar. Quem simplesmente não olha pelo próximo é nojento.

    Reforma trabalhista e da previdência, quero ver alguém aqui não recorrer para alguma previdência privada, ou se já não te renda acima da média. Vão carregar saco de cimento, catar lixo na rua, entre muitas outras profissões que exigem esforço físico.

    E pobre bom é o que não têm acesso a saúde e educação né? (pq todos sabem como querem terminar com ensino público gratuito e a saúde. Pra vocês pobre bom é aquela mão de obra sem conhecimento que não merece se aposentar e se consegue não vive muito para aproveitar).

    Não precisa ser TANK para ser um herói;

  2. #12
    Citação Postado originalmente por Summer R Ver Post
    É muita burrice torcer por privatização.

    Mais burrice ainda é quando alguém fala sobre a livre concorrência, liberais de araque. É só pegar a nossa telefonia como o mais belo e lindo exemplo, tudo funciona perfeitamente, eles nem são uma das empresas com mais reclamações no Procon. Esperai, melhor ainda, o Estado precisa passar a mão na cabeça sobre a divida que elas já têm. Pra facilitar a compreensão, uso a fonte que tanto de vocês gostam: http://veja.abril.com.br/brasil/plan...ario-as-teles/

    Vocês vivem em um bolha, querem pobre sendo pobre e nada vai mudar. Quem simplesmente não olha pelo próximo é nojento.

    Reforma trabalhista e da previdência, quero ver alguém aqui não recorrer para alguma previdência privada, ou se já não te renda acima da média. Vão carregar saco de cimento, catar lixo na rua, entre muitas outras profissões que exigem esforço físico.

    E pobre bom é o que não têm acesso a saúde e educação né? (pq todos sabem como querem terminar com ensino público gratuito e a saúde. Pra vocês pobre bom é aquela mão de obra sem conhecimento que não merece se aposentar e se consegue não vive muito para aproveitar).
    Primeiro, analise como que era a telefonia aqui no Brasil antes da privatização. Não havia tantas reclamações porque a maioria das pessoas simplesmente não tinha um telefone fixo. Celular então nem se fala.

    Segundo, aqui no Brasil se privatiza, mas a porra do governo logo em seguida cria uma agência reguladora. Então livre mercado é o que menos tem aqui.

    É só olha o ranking de liberdade econômica e comparar a qualidade de vida dos habitantes dos países que estão na liderança com os habitantes dos países que estão na lanterna do ranking (Hong Kong, Singapura, Nova Zelândia, Suíça, Austrália, Canadá, Chile, Irlanda, Estônia, UK, EUA; a outra ponta: Coreia do Norte, Cuba, Venezuela, Zimbábue, Turcomenistão, Eritreia, República do Congo, Irã, Guiana Equatorial, Argentina).
    Detalhe que num ranking com 178 países, o Brasil se encontra em 122º.
    http://www.heritage.org/index/ranking

    Terceiro, você já se perguntou: "Como assim os políticos tem poder de transferir $100 bilhões para quatro empresas?"
    É do tipo que odeia os políticos e suas maracutaias, mas adora o Estado. Não dá para entender.


    Eu acho que o pobre estaria bem melhor se ao invés do governo tomar o dinheiro do trabalho dele, ele pudesse pegar o que contribuiu pra previdência e pudesse investir numa poupança que não é lá grande investimento, mas que já é bem melhor do que esse sistema previdenciário brasileiro – que inclusive é deficitário.

    Não sei se você sabe, mas o que você contribuiu, o que a sua empresa contribuiu para previdência/seguridade social não está lá guardado no banco, rendendo, só esperando você se aposentar para ir lá pegar. Aqui é um esquema de pirâmide, sabe, tipo pirâmide financeira? Então, você que está na base paga para quem está aposentado, paga inclusive para um funcionário público que recebe aposentadoria integral na casa dos 6, 7 mil reais pra cima.
    E a ponta dessa pirâmide está crescendo – a expectativa de vida subiu – e a base diminuindo – a taxa de natalidade caiu. Então vai chegar uma hora que o que se arrecada não dará para cobrir a despesa. Entendeu? Então se não fizer a tal reforma, quando você se aposentar e o governo atrasar o pagamento ou parcela-lo, assim como o governo do RJ está fazendo com os funcionários públicos devido não ter dinheiro, você não vai poder chorar.

    Então não adianta ter direitos garantidos na lei, se o Estado não tiver dinheiro para arca-los, para cumpri suas obrigações.
    Eu não sei se você sabe, mais o dinheiro público também se torna escasso. O que eu quero dizer é que, o contrário da Reforma da Previdência, da PEC 241 não é continuar gastando ou até aumentar os gastos, mas sim ver o dinheiro acabar aos poucos.
    Última edição por Shaka III; 26/12/2016 às 23:09.

  3. #13
    Aproveitando que eu citei a Venezuela e que ontem foi Natal...

    15672888_600528916814747_210616545364440125_n.jpg

    Muito Estado, muita intervenção e pouca liberdade - não só econômica.
    Última edição por Shaka III; 26/12/2016 às 22:47.

  4. #14
    Citação Postado originalmente por Shaka III Ver Post
    Primeiro, analise como que era a telefonia aqui no Brasil antes da privatização. Não havia tantas reclamações porque a maioria das pessoas simplesmente não tinha um telefone fixo. Celular então nem se fala.

    Segundo, aqui no Brasil se privatiza, mas a porra do governo logo em seguida cria uma agência reguladora. Então livre mercado é o que menos tem aqui.

    É só olha o ranking de liberdade econômica e comparar a qualidade de vida dos habitantes dos países que estão na liderança com os habitantes dos países que estão na lanterna do ranking (Hong Kong, Singapura, Nova Zelândia, Suíça, Austrália, Canadá, Chile, Irlanda, Estônia, UK, EUA; a outra ponta: Coreia do Norte, Cuba, Venezuela, Zimbábue, Turcomenistão, Eritreia, República do Congo, Irã, Guiana Equatorial, Argentina).
    Detalhe que num ranking com 178 países, o Brasil se encontra em 122º.
    http://www.heritage.org/index/ranking

    Terceiro, você já se perguntou: "Como assim os políticos tem poder de transferir $100 bilhões para quatro empresas?"
    É do tipo que odeia os políticos e suas maracutaias, mas adora o Estado. Não dá para entender.


    Eu acho que o pobre estaria bem melhor se ao invés do governo tomar o dinheiro do trabalho dele, ele pudesse pegar o que contribuiu pra previdência e pudesse investir numa poupança que não é lá grande investimento, mas que já é bem melhor do que esse sistema previdenciário brasileiro – que inclusive é deficitário.

    Não sei se você sabe, mas o que você contribuiu, o que a sua empresa contribuiu para previdência/seguridade social não está lá guardado no banco, rendendo, só esperando você se aposentar para ir lá pegar. Aqui é um esquema de pirâmide, sabe, tipo pirâmide financeira? Então, você que está na base paga para quem está aposentado, paga inclusive para um funcionário público que recebe aposentadoria integral na casa dos 6, 7 mil reais pra cima.
    E a ponta dessa pirâmide está crescendo – a expectativa de vida subiu – e a base diminuindo – a taxa de natalidade caiu. Então vai chegar uma hora que o que se arrecada não dará para cobrir a despesa. Entendeu? Então se não fizer a tal reforma, quando você se aposentar e o governo atrasar o pagamento ou parcela-lo, assim como o governo do RJ está fazendo com os funcionários públicos devido não ter dinheiro, você não vai poder chorar.

    Então não adianta ter direitos garantidos na lei, se o Estado não tiver dinheiro para arca-los, para cumpri suas obrigações.
    Eu não sei se você sabe, mais o dinheiro público também se torna escasso. O que eu quero dizer é que, o contrário da Reforma da Previdência, da PEC 241 não é continuar gastando ou até aumentar os gastos, mas sim ver o dinheiro acabar aos poucos.
    Nossa, que argumento é esse no primeiro item citado?

    Quer algo atual então? Pesquisa aí sobre a Unimed e a falta de ambulâncias e péssimos atendimentos (mas tu sabe quem pressiona para diminuir em gasto na saúde pública certo?) . Quer terminar com a saúde pública gratuita, ok, mas que a torne acessível a todos. (E obviamente isso não vai acontecer, já ouviu falar das pessoas que se afundam em dívidas no EUA? Sabe os motivos? Educação(universidade) e saúde). http://economia.estadao.com.br/notic...a-imp-,1527934

    Já leu sobre o caso da Vale? Vendida a preço de banana, e 1/2 anos depois salvo me engano, triplicou o valor. "No caso da Vale do Rio Doce, uma das maiores empresas mineradoras do mundo, o lucro saltou de 325 milhões de dólares em 1997 para 1,5 bilhão em 2003." http://exame.abril.com.br/revista-ex...enda-m0051381/

    Agencia reguladora? Tá zoera né? Espero que não esteja falando da Anatel, eu dúvido que tu não tenho um único amigo/conhecido que teve algum problema com algum serviço envolvendo a telefonia.

    Só me diz a lógica de privatizar a Petrobras, não é uma empresa que gera LUCRO? É realmente engraçado esse pessoal liberal, pq não existe uma preocupação com a administração da empresa pelo Estado? É dinheiro que volta para o país. Mas não, eles preferem vender para o capital estrangeiro. Só não me diz que tu foi um dos que chorou pq vai ter imposto sobre Netflix e Spotify, pq ai eu nem volta aqui pra ler as coisas.

    Eu acho uma graça pq esse pessoal que segue essa linha de pensamento, curte muito o MBL da vida e que é totalmente omisso e mal caráter. Pq 'vocês' adoram levantar a bandeira do Estado está quebrado, a crise a crise e a tal da crise. Mas ninguém quer tocar nos benefícios dos parlamentares, juízes, militares etc. Salários exorbitantes na casa dos 30/40/50 mil e nem vou entrar na parte dos benefícios extras que cada um desses aí citados tem "direito".

    Perai, se ele não contribuir para o INSS, (me corrija por favor) mas seguindo tua lógica, como ele iria se aposentar? Tu quer que ele trabalhe até o último dia da vida? Se ele viver até os 90 (se viver, mais fácil cometer o suicídio antes), realmente achas possível TODOS pessoas acima dos 70 anos pegarem o dinheiro do INSS e terem um investimento que possam largar o emprego? E ter uma vida mais tranquila?

    Dinheiro em poupança? A que a inflação sempre será maior que a taxa de juros? Vai pedir pra fazer investimento? Aqueles que não pode mexer por longos períodos?

    Tu sabe que são manobras para proteger a "elite" do Brasil, congresso é um piada, obviamente eu tenho total consciência que o maior problema é má administração e obviamente isso é um reflexo de como as pessoas são um câncer de egoístas, mesquinhas, ambiciosas, e posso ficar linhas e linhas citando adjetivos escrachando em como são as pessoas ~~humanos~~. A questão que eu consigo ver quem vai estar em fila do hospital torcendo pra não morrer..

    Só me diz que pelo menos tu tem a consciência que esse ~~sacrifício~~ é pra salvar banqueiro. Que crise é essa que não afeta as pessoas de gastarem 5/10 mil com cachorros, pessoas que frequentam os shopping todos os dias?

    Andei lendo e pesquisando, e aparentemente uma auditoria da dívida seria muito interessante, para realmente ver o quanto está devendo e que caminho tomar para o planejamento. Até então eu vejo, o pobre pagando o pato de borracha que vocês usaram, e estagnando ele lá (onde ele merece certo?)

    Não precisa ser TANK para ser um herói;

  5. #15
    Citação Postado originalmente por Shaka III Ver Post
    Aproveitando que eu citei a Venezuela e que ontem foi Natal...

    15672888_600528916814747_210616545364440125_n.jpg

    Muito Estado, muita intervenção e pouca liberdade - não só econômica.
    Maior erro da Venezuela, como já diria meu meu avô lá do interior, foi cantar de galo pra cima do bicho grande. A economia deles é praticamente 100% dependente do petróleo, e o que acontece quando geral se junto e joga o preço lá em baixo? Aí tu pega uma economia que 'perde' sua principal mercadoria de troca, e um plus de embargo econômico. Acontece isso mesmo.



    Quer uma dica? Lê o tópico do Yoshi sobre Cuba, não apenas um cara teórico e com conhecimento, mas que viveu lá também.


    Dica 2: pense menos na bandeira que tu deve carregar de ser anti-pt, e pense na lógica de administrar um estado pensando em seu povo, e não apenas em uma parcela. Se tu não se sentes mal por ter a oportunidade de estudar, comer, ter acesso as coisas básica sem se preocupar enquanto outros não têm, não vais entender.

    Não precisa ser TANK para ser um herói;

  6. #16
    Citação Postado originalmente por Summer R Ver Post
    Nossa, que argumento é esse no primeiro item citado?

    Quer algo atual então? Pesquisa aí sobre a Unimed e a falta de ambulâncias e péssimos atendimentos (mas tu sabe quem pressiona para diminuir em gasto na saúde pública certo?) . Quer terminar com a saúde pública gratuita, ok, mas que a torne acessível a todos. (E obviamente isso não vai acontecer, já ouviu falar das pessoas que se afundam em dívidas no EUA? Sabe os motivos? Educação(universidade) e saúde). http://economia.estadao.com.br/notic...a-imp-,1527934

    Já leu sobre o caso da Vale? Vendida a preço de banana, e 1/2 anos depois salvo me engano, triplicou o valor. "No caso da Vale do Rio Doce, uma das maiores empresas mineradoras do mundo, o lucro saltou de 325 milhões de dólares em 1997 para 1,5 bilhão em 2003." http://exame.abril.com.br/revista-ex...enda-m0051381/

    Agencia reguladora? Tá zoera né? Espero que não esteja falando da Anatel, eu dúvido que tu não tenho um único amigo/conhecido que teve algum problema com algum serviço envolvendo a telefonia.

    Só me diz a lógica de privatizar a Petrobras, não é uma empresa que gera LUCRO? É realmente engraçado esse pessoal liberal, pq não existe uma preocupação com a administração da empresa pelo Estado? É dinheiro que volta para o país. Mas não, eles preferem vender para o capital estrangeiro. Só não me diz que tu foi um dos que chorou pq vai ter imposto sobre Netflix e Spotify, pq ai eu nem volta aqui pra ler as coisas.

    Eu acho uma graça pq esse pessoal que segue essa linha de pensamento, curte muito o MBL da vida e que é totalmente omisso e mal caráter. Pq 'vocês' adoram levantar a bandeira do Estado está quebrado, a crise a crise e a tal da crise. Mas ninguém quer tocar nos benefícios dos parlamentares, juízes, militares etc. Salários exorbitantes na casa dos 30/40/50 mil e nem vou entrar na parte dos benefícios extras que cada um desses aí citados tem "direito".

    Perai, se ele não contribuir para o INSS, (me corrija por favor) mas seguindo tua lógica, como ele iria se aposentar? Tu quer que ele trabalhe até o último dia da vida? Se ele viver até os 90 (se viver, mais fácil cometer o suicídio antes), realmente achas possível TODOS pessoas acima dos 70 anos pegarem o dinheiro do INSS e terem um investimento que possam largar o emprego? E ter uma vida mais tranquila?

    Dinheiro em poupança? A que a inflação sempre será maior que a taxa de juros? Vai pedir pra fazer investimento? Aqueles que não pode mexer por longos períodos?

    Tu sabe que são manobras para proteger a "elite" do Brasil, congresso é um piada, obviamente eu tenho total consciência que o maior problema é má administração e obviamente isso é um reflexo de como as pessoas são um câncer de egoístas, mesquinhas, ambiciosas, e posso ficar linhas e linhas citando adjetivos escrachando em como são as pessoas ~~humanos~~. A questão que eu consigo ver quem vai estar em fila do hospital torcendo pra não morrer..

    Só me diz que pelo menos tu tem a consciência que esse ~~sacrifício~~ é pra salvar banqueiro. Que crise é essa que não afeta as pessoas de gastarem 5/10 mil com cachorros, pessoas que frequentam os shopping todos os dias?

    Andei lendo e pesquisando, e aparentemente uma auditoria da dívida seria muito interessante, para realmente ver o quanto está devendo e que caminho tomar para o planejamento. Até então eu vejo, o pobre pagando o pato de borracha que vocês usaram, e estagnando ele lá (onde ele merece certo?)
    Não é por nada não, mas você falou, falou, mas não disse nada. Você apenas tergiversou.

    Quem está falando em acabar com a saúde e a educação?

    Sobre a Vale...
    Rapaz, preste atenção. A Vale só tem esse valor e conseguiu tem lucros exorbitantes justamente por ter sido privatizada.
    O fato de a empresa ter deixado de ser estatal ajudou muito, pois sua eficiência operacional e financeira deu um salto estrondoso. É o que normalmente acontece quando uma empresa deixa de ser cabide de empregos, ou abandona sua tradição de servir como moeda de troca política.
    Afinal, se todos sabiam do futuro da Vale naquela ocasião, e que ela valeria mais de 100 bilhões de reais já em 2006; que daria um lucro de 1,6 bilhões já em 2003; que a China iria crescer quase 10% ao ano por longo período, demandando minério de ferro, precisam explicar por que não estão ricos. Bastava comprar o bilhete de loteria e esperar. Tiro certeiro, não é mesmo?

    A gente vê a Petrobrás arrombada, esfacelada, tida como uma das empresas mais endividadas do mundo. Mas não, empresa tem que ficar na mão do governo.
    Eu não entendo. Essas pessoas se indignam com as maracutaias de políticos, não confiam neles, mas querem deixar grandes empresas com dinheiro público nas mãos dessa gente.


    Bom, se você se informasse sobre a PEC, iria saber que a PEC irá atingir especialmente o funcionalismo público. Essa gente aí que você citou: judiciário, MP,congressistas.

    Cara, você realmente não entendeu. O que eu quis dizer, é que se ao invés do trabalhador contribuir para o INSS, ele pode investir em outra coisa – poupança, plano de previdência privado, em algum fundo de investimento –durante toda a sua vida de trabalhador, ele teria mais retorno do que tem hoje.

    O que eu queria é que o trabalhador tivesse a liberdade de poder investir o seu dinheiro onde bem entendesse.

    Há um estudo do Flavio Augusto do Geração de Valor, em que mostra de como a Previdência Social é um golpe aplicado contra o trabalhador. Matematicamente, demonstrou que se alguém que ganha apenas R$ 1.000,00 de salário ao longo de 49 anos de trabalho poupa R$ 360,00 por mês (o equivalente à soma das alíquotas de INSS cota parte empregado e empregador, além do FGTS), numa aplicação que renda 13,5% ao ano (aproximadamente a SELIC), terá acumulado, ao fim do período, um capital de mais de R$ 18 MILHÕES, suficiente para viver nababescamente apenas dos juros pelo tempo de vida que restar, e ainda legar o principal aos filhos e netos.

    A seguridade social, no Brasil, é também um enorme esquema de transferência de renda, dos mais pobres para os mais ricos. Parte desde o confisco puro e simples (como quando o governo remunera o FGTS com juros inferiores à inflação) até quando o governo resolve pagar um benefício médio de R$ 1.121,41 aos trabalhadores do setor privado que contribuíram por 35 anos, mas paga R$ 9.300,00 em média a um militar reformado, ou incríveis R$ 24.900,00 por mês em média a servidores aposentados do Judiciário, que, também na média, contribuíram por apenas 25 anos.
    Última edição por Shaka III; 27/12/2016 às 03:43.

  7. #17
    Citação Postado originalmente por Summer R Ver Post
    Nossa, que argumento é esse no primeiro item citado?

    Quer algo atual então? Pesquisa aí sobre a Unimed e a falta de ambulâncias e péssimos atendimentos (mas tu sabe quem pressiona para diminuir em gasto na saúde pública certo?) . Quer terminar com a saúde pública gratuita, ok, mas que a torne acessível a todos. (E obviamente isso não vai acontecer, já ouviu falar das pessoas que se afundam em dívidas no EUA? Sabe os motivos? Educação(universidade) e saúde). http://economia.estadao.com.br/notic...a-imp-,1527934

    Já leu sobre o caso da Vale? Vendida a preço de banana, e 1/2 anos depois salvo me engano, triplicou o valor. "No caso da Vale do Rio Doce, uma das maiores empresas mineradoras do mundo, o lucro saltou de 325 milhões de dólares em 1997 para 1,5 bilhão em 2003." http://exame.abril.com.br/revista-ex...enda-m0051381/

    Agencia reguladora? Tá zoera né? Espero que não esteja falando da Anatel, eu dúvido que tu não tenho um único amigo/conhecido que teve algum problema com algum serviço envolvendo a telefonia.

    Só me diz a lógica de privatizar a Petrobras, não é uma empresa que gera LUCRO? É realmente engraçado esse pessoal liberal, pq não existe uma preocupação com a administração da empresa pelo Estado? É dinheiro que volta para o país. Mas não, eles preferem vender para o capital estrangeiro. Só não me diz que tu foi um dos que chorou pq vai ter imposto sobre Netflix e Spotify, pq ai eu nem volta aqui pra ler as coisas.

    Eu acho uma graça pq esse pessoal que segue essa linha de pensamento, curte muito o MBL da vida e que é totalmente omisso e mal caráter. Pq 'vocês' adoram levantar a bandeira do Estado está quebrado, a crise a crise e a tal da crise. Mas ninguém quer tocar nos benefícios dos parlamentares, juízes, militares etc. Salários exorbitantes na casa dos 30/40/50 mil e nem vou entrar na parte dos benefícios extras que cada um desses aí citados tem "direito".

    Perai, se ele não contribuir para o INSS, (me corrija por favor) mas seguindo tua lógica, como ele iria se aposentar? Tu quer que ele trabalhe até o último dia da vida? Se ele viver até os 90 (se viver, mais fácil cometer o suicídio antes), realmente achas possível TODOS pessoas acima dos 70 anos pegarem o dinheiro do INSS e terem um investimento que possam largar o emprego? E ter uma vida mais tranquila?

    Dinheiro em poupança? A que a inflação sempre será maior que a taxa de juros? Vai pedir pra fazer investimento? Aqueles que não pode mexer por longos períodos?

    Tu sabe que são manobras para proteger a "elite" do Brasil, congresso é um piada, obviamente eu tenho total consciência que o maior problema é má administração e obviamente isso é um reflexo de como as pessoas são um câncer de egoístas, mesquinhas, ambiciosas, e posso ficar linhas e linhas citando adjetivos escrachando em como são as pessoas ~~humanos~~. A questão que eu consigo ver quem vai estar em fila do hospital torcendo pra não morrer..

    Só me diz que pelo menos tu tem a consciência que esse ~~sacrifício~~ é pra salvar banqueiro. Que crise é essa que não afeta as pessoas de gastarem 5/10 mil com cachorros, pessoas que frequentam os shopping todos os dias?

    Andei lendo e pesquisando, e aparentemente uma auditoria da dívida seria muito interessante, para realmente ver o quanto está devendo e que caminho tomar para o planejamento. Até então eu vejo, o pobre pagando o pato de borracha que vocês usaram, e estagnando ele lá (onde ele merece certo?)
    Não, não, não é pra salva banqueiro, porque se você for analisar, os bancos não são detentores da maior parte da dívida pública. Boa parte dos detentores desses títulos são os fundos de previdência público e privado.

    E não, auditória da dívida pública é uma grande bobagem que mais traria prejuízo do que qualquer outra coisa. Mas também, esperar o que da Auditória Cidadã com seus psolistas? Essa gente entende alguma coisa de economia?

    A verdade é que não existe auditoria da dívida propriamente proposto. Existe uma auditória política de que juros sobre juros são errados. Essa ideia errada está defasada no tempo, porque ela desconsidera que a gente corrigiu este problema de considerar ilegal o pagamento de juros sobre juros.

    Juros sobre juros foi considerado legal no Brasil porque a alternativa à ele era pagar a dívida totalmente com impostos ou com a inflação – o governo tem três forma de si financiar: com impostos, inflação ou com dívida nova. Se o governo não tem condições de pagar a dívida com impostos, e não pode emitir dívida para pagar a dívida antiga, ele vai ter que apelar para a inflação. E nesse sentido o Brasil emitia moeda para pagar dívida antiga, ou seja, o Brasil agravava o problema da inflação sem ter resolvido o problema da dívida.
    Quando o Brasil decidiu que o problema da inflação era em boa parte a quantidade de moeda que o governo emitia, o que se fez foi um ajuste (Plano Real), em que o governo deveria se financiar com impostos ou com a emissão de dívida.


    Detalhe que há um tempo atrás foi feita a CPI da dívida pública. Se você pegar o relatório da CPI, a Maria Lucia Fattorelli – você que acompanha a Auditoria Pública Cidadã deve conhece-la - foi na CPI e não soube apresentar nenhuma irregularidade nos contratos.

    Uma das falas : “O Presidente da Comissão, Deputado VIRGÍLIO GUIMARÃES, questionou a palestrante sobre o valor que ela havia se referido relativamente ao pagamento de juros e amortizações, o que ela informou que era um valor percentual do orçamento federal que havia sido calculado pela Auditoria Cidadã. Em seguida, indagou se ela conheceria e gostaria de denunciar alguma ilegalidade sobre a dívida, ou se teria alguma suspeita a respeito de algum item da dívida, no que ela respondeu que não tinha suspeita específica, mas apenas que, como profissional e cidadã, achava que se pagavam muitos juros da dívida e que a dívida precisaria ser auditada.”

    http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comis..

    Ela diz que boa parte da dívida é irregular, mas não conhece nenhum contrato que seja.

  8. #18
    Citação Postado originalmente por Summer R Ver Post
    Maior erro da Venezuela, como já diria meu meu avô lá do interior, foi cantar de galo pra cima do bicho grande. A economia deles é praticamente 100% dependente do petróleo, e o que acontece quando geral se junto e joga o preço lá em baixo? Aí tu pega uma economia que 'perde' sua principal mercadoria de troca, e um plus de embargo econômico. Acontece isso mesmo.



    Quer uma dica? Lê o tópico do Yoshi sobre Cuba, não apenas um cara teórico e com conhecimento, mas que viveu lá também.


    Dica 2: pense menos na bandeira que tu deve carregar de ser anti-pt, e pense na lógica de administrar um estado pensando em seu povo, e não apenas em uma parcela. Se tu não se sentes mal por ter a oportunidade de estudar, comer, ter acesso as coisas básica sem se preocupar enquanto outros não têm, não vais entender.
    A Venezuela depende 85% do Petróleo. Porém, a crise na Venezuela não começou agora, começou quando o barril estava custando u$ 110.

    O problema da Venezuela é que ela tem um governo que acredita que pode determinar o preço do dinheiro. Porque acredita na formula mágica de que os preços e os valores são definidos pela vontade do governo, e isso não funciona, já demostrou fracasso e mais fracasso na economia de mercado.
    Última edição por Shaka III; 27/12/2016 às 03:44.

  9. #19
    Membros HUE Avatar de Mr. Indigo
    Data de Ingresso
    Oct 2013
    Posts
    2.543
    Não sou contra a PEC 241 e também não acho que ela irá afetar as estatais. Pelo contrário, é bem possível que as estatais sejam válvula de escape no futuro próximo para qualquer tentativa de investimento ou intervenção na economia, mas...

    Citação Postado originalmente por Shaka III Ver Post
    Sobre a Vale...
    Rapaz, preste atenção. A Vale só tem esse valor e conseguiu tem lucros exorbitantes justamente por ter sido privatizada.
    O fato de a empresa ter deixado de ser estatal ajudou muito, pois sua eficiência operacional e financeira deu um salto estrondoso. É o que normalmente acontece quando uma empresa deixa de ser cabide de empregos, ou abandona sua tradição de servir como moeda de troca política.
    Afinal, se todos sabiam do futuro da Vale naquela ocasião, e que ela valeria mais de 100 bilhões de reais já em 2006; que daria um lucro de 1,6 bilhões já em 2003; que a China iria crescer quase 10% ao ano por longo período, demandando minério de ferro, precisam explicar por que não estão ricos. Bastava comprar o bilhete de loteria e esperar. Tiro certeiro, não é mesmo?

    A gente vê a Petrobrás arrombada, esfacelada, tida como uma das empresas mais endividadas do mundo. Mas não, empresa tem que ficar na mão do governo.
    Eu não entendo. Essas pessoas se indignam com as maracutaias de políticos, não confiam neles, mas querem deixar grandes empresas com dinheiro público nas mãos dessa gente.
    Você se indigna com a OI? Com as empresas envolvidas com o escândalo do CARF? Com as concessionárias de rodovias públicas e aeroportos? E com a Odebrecht, OAS, etc?

    Cara, você realmente não entendeu. O que eu quis dizer, é que se ao invés do trabalhador contribuir para o INSS, ele pode investir em outra coisa – poupança, plano de previdência privado, em algum fundo de investimento –durante toda a sua vida de trabalhador, ele teria mais retorno do que tem hoje.

    O que eu queria é que o trabalhador tivesse a liberdade de poder investir o seu dinheiro onde bem entendesse.

    Há um estudo do Flavio Augusto do Geração de Valor, em que mostra de como a Previdência Social é um golpe aplicado contra o trabalhador. Matematicamente, demonstrou que se alguém que ganha apenas R$ 1.000,00 de salário ao longo de 49 anos de trabalho poupa R$ 360,00 por mês (o equivalente à soma das alíquotas de INSS cota parte empregado e empregador, além do FGTS), numa aplicação que renda 13,5% ao ano (aproximadamente a SELIC), terá acumulado, ao fim do período, um capital de mais de R$ 18 MILHÕES, suficiente para viver nababescamente apenas dos juros pelo tempo de vida que restar, e ainda legar o principal aos filhos e netos.
    Em tese esse raciocínio é lindo, mas na prática quantos seriam capazes de realmente poupar o dinheiro nesses termos? Quase ninguém. A tentação do consumo é alta, e as emergências sempre podem ocorrer. No final teríamos um monte de gente sem qualquer tipo de reserva financeira ao final da vida.
    Última edição por Mr. Indigo; 29/12/2016 às 18:35.

  10. #20
    Citação Postado originalmente por Mr. Indigo Ver Post
    Não sou contra a PEC 241 e também não acho que ela irá afetar as estatais. Pelo contrário, é bem possível que as estatais sejam válvula de escape no futuro próximo para qualquer tentativa de investimento ou intervenção na economia, mas...



    Você se indigna com a OI? Com as empresas envolvidas com o escândalo do CARF? Com as concessionárias de rodovias públicas e aeroportos? E com a Odebrecht, OAS, etc?



    Em tese esse raciocínio é lindo, mas na prática quantos seriam capazes de realmente poupar o dinheiro nesses termos? Quase ninguém. A tentação do consumo é alta, e as emergências sempre podem ocorrer. No final teríamos um monte de gente sem qualquer tipo de reserva financeira ao final da vida.
    Obviamente, muito porque situações como essas - especialmente os casos das empreiteiras -, acontecem com a frequência e nível que acontecem, justamente por conta do alto grau de intervenção estatal.

    O que tem aqui no Brasil é o que se chama de ‘’ Capitalismo de Estado”, em que se coloca a elite econômica subordinada a elite política. A elite política passa a dirigir os empreendedores para uma determinada direção. Assume o comando da economia sem eliminar a existência da propriedade, sem eliminar direitos econômicos básicos, mas restringe esses direitos. A consequência disso é justamente uma concentração de poder nas mãos do Estado.

    E essa elite política passa a exercer um poder arbitrário sobre as atividades econômicas, sobre a distribuição de recursos no conjunto da sociedade; essa elite passa a ter uma grande possibilidade de agir pelo o meio da corrupção.
    Ocorre que, as empresas privadas no capitalismo de Estado se tornam financiadoras da elite política, pois se não financiarem serão eliminadas do mercado.

    Já ouviu aquele ditado que no Brasil se cria dificuldade para vender facilidade? Então, é o que o Estado faz.



    Bom, você deve saber que o fundo de pensão privado não é que nem poupança em que dá para sacar na hora que você bem entender. Mas a questão nem é essa.

    O que eu acho que as pessoas não devem ser tratadas como criança. As pessoas devem ser informadas e terem a liberdade de fazer o que bem entender com o seu PRÓPRIO DINHEIRO.

    Ela tem que ser informada que o dinheiro dela destinada a previdência não rende nada, de que não está lá esperando ela se aposentar. E aí, sendo informada ela ter o direito de deixar o dinheiro dela em outro lugar que renda.
    Você pega a dívida pública, por exemplo – até falei sobre isso em um post anterior - e tem milhões de pessoas que investem em fundos de investimentos – pessoa paga 100, 500, 1000 -, inclusive pessoa física que investe em LFT para ter uma aposentaria confortável. Porque dívida pública cria poupança, fundos de investimentos, planos de pensão.


    Pega o FGTS, por exemplo.Você sabe quanto o trabalhador perde com o FGTS?
    Na média, apenas com inflação, cada um dos 34 milhões de brasileiros com conta no fundo, perdeu R$ 1030 apenas em 2015.

    Suponha que você pudesse investir este dinheiro em um título da dívida pública comprado pelo Tesouro Direto... Qual o tamanho do preju? R$ 1435. Coloque aí aquele 1% maroto que a CEF ganha sem fazer nada para gerir o fundo, e você deixa por lá todo ano 2 salários mínimos. Isso mesmo 2 salários.

    Mas afinal, pra que serve o FGTS? O fundo, que tem R$ 452 bilhões em caixa, serve pra uma dúzia de questões. Em uma delas por exemplo, ele financia parte das operações do BNDES - sendo 65% delas destinadas a grandes empresas . Em outras palavras: o trabalhador é remunerado abaixo da inflação para que uma grande empresa possa investir e lucrar.
    O fundo também é utilizado para adquirir participação em grandes empresas. Novamente é você subsidiando rico.

    Cara, em junho de 2015 o governo decidiu pegar R$ 10 bilhões do FGTS e colocar no BNDES - lembrando, banco que tem 65% seu crédito repassado a grandes empresas.
    Há algumas semanas atrás o governo decidiu que as pessoas poderiam sacar o seu saldo no FGTS em contas inativas. Em outras palavras: você vai poder sacar o seu dinheiro.

    Em ambos os casos a justificativa foi a mesma: aquecer a economia.
    Apenas no segundo caso os empresários reclamaram. As construtoras estão repudiando a medida, pois reduz o crédito disponível pra elas - aí vem aquele Capitalismo de Estado, que na verdade é um corporativismo estatal.
    Entendeu agora o porquê do FGTS não ser um "direito" que o governo criou para lhe proteger?

    Não acho que as pessoas devem ser tratadas como crianças e que o Estado deva ser visto como pai. Chega de paternalismo. Além do mais, essa suposta proteção mais prejudica do que qualquer outra coisa.
    Última edição por Shaka III; 05/01/2017 às 05:27.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •