Página 1 de 6 123 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 60

Tópico: Islã e o ataque terrorista...

  1. #1
    Senior Member Avatar de JuliusEhNozes
    Data de Ingresso
    Dec 2009
    Localização
    Goiás
    Posts
    2.081

    Islã e o ataque terrorista...

    O cartunista francês Georges Wolinski, conhecido por seu trabalho de forte teor erótico e político, considerado um dos símbolos de maio de 68, está entre os mortos no ataque contra o escritório da revista satírica "Charlie Hebdo", em Paris, nesta quarta-feira (7). Ele tinha 80 anos.

    Além de Wolinski, outros três cartunistas estão entre as vítimas: o editor da publicação, Stephane Charbonnier, o "Charb"; Jean Cabut, o "Cabu"; e Tignous.

    "Wolinski influenciou todo mundo que vocês conhecem: Ziraldo, Jaguar, Nani, Henfil, Fortuna... O cara era uma ESCOLA. Que dia tenebroso!", escreveu o cartunista brasileiro André Dahmer em seu perfil no Twitter.

    http://g1.globo.com/pop-arte/noticia...-em-paris.html

    Homens armados mataram 12 pessoas e feriram 11 na sede da revista 'Charlie Hebdo', em Paris. Quatro dos mortos eram cartunistas da publicação, acusada de ofender o profeta Maomé e que estava na 'mira' de militantes. O presidente francês disse que foi um 'ato terrorista'. A polícia procura 3 suspeitos.

    O presidente da França, François Hollande, disse que a quinta-feira será um dia de luto nacional pelas vítimas da Charlie Hebdo. Ele disse que as vítimas morreram defendendo o ideal de justiça, paz e liberdade da França. Hollande prometeu manter a luta contra o terrorismo e o fundamentalismo. Ele prometeu encontrar e punir os responsáveis.

    http://g1.globo.com/mundo/ataque-em-...a-ao-vivo.html


    E ae o que acham?
    RIP minha assinatura legal

  2. #2
    Member Avatar de Gianazzi
    Data de Ingresso
    Nov 2014
    Localização
    Kingslanding
    Posts
    164
    Não sou muçulmano , mas acho que gente como essa [terroristas] humilham o islamismo , e faz os muçuma de "assassinos canibais descivilizados" .

  3. #3
    Citação Postado originalmente por Gianazzi Ver Post
    Não sou muçulmano , mas acho que gente como essa [terroristas] humilham o islamismo , e faz os muçuma de "assassinos canibais descivilizados" .
    Na verdade não tem isso de "humilhar" o Islamismo, pois grande parte dos atos terroristas são feitos em nome de Alá, com base no alcorão. Você não acha que os homens-bomba, por exemplo, se explodem por diversão, né? rs

    O Fato é que há um grande número de extremistas. E, podemos dizer assim, os extremistas são BEM extremos. Outro ponto pra toda essa notoriedade é a atualidade do terrorismo islâmico. Muitas outras instituições e/ou religiões já foram "terroritas".

  4. #4
    Situação delicada demais. É um certo preço que a Europa paga por ter aberto suas fronteiras, por aceitar a grande comunidade islâmica, e também por seu secularismo.

    Hoje, na França, se tem mais mesquitas do que Igrejas Católicas; na Inglaterra existem leis protegendo os muçulmanos.
    Muitos dizem: “é uma minoria islã que é radical”. Talvez seja uma porcentagem pequena – certa vez li que segundo o serviço secreto dos EUA, Inglaterra e Israel, estima-se que 15% dos muçulmanos sejam radicais -, mas quantos milhões de muçulmanos temos? Se for 1% dos muçulmanos ligados ao ISIS, Hamas, dentre outros grupos terroristas já é a causa de vários conflitos.

    E querendo ou não, o islã radical e terrorista beneficia os muçulmanos pacíficos. Como? Tornando o islamismo uma religião incriticável e intocável. Isso canaliza toda a liberdade de expressão para zoar e atacar o cristianismo.

    Eu sou adepto da ideia que sendo você o intruso, não se deve tentar mudar uma determinada cultura. Ou você aceita as condições impostas daquele lugar ou não vai pra lá. E na Europa ocidental tem-se a cultura judaico-cristã e uma forte corrente ateísta nos países escandinavos, então não é raro o europeu usar sátiras para criticar os fundamentalistas islâmicos.
    Mas exigir que um fundamentalista, radical, assimile isso é pedir demais.
    Última edição por Shaka III; 09/01/2015 às 01:50.

  5. #5
    Triste, sinto muito pelo acontecido, NADA é justificável pra essa violência, e não adianta culpar os religiosos. Aos que dizem que o câncer do mundo é a religião: O câncer do mundo é o homem, religião não é e nunca será desculpa pra maldade assim.

    Não me entendam mal, mas o que eles fizeram, também, foi pedir pra morrer. Putz, fazer piada com Maomé? Gente, não dá, isso é arriscado demais, foram as consequências. Não estou dizendo que eles mereceram, de forma alguma, mas eles sabiam mto bem onde tavam se metendo, zuar com Maomé é apertar a ferida dos mulçumanos.

  6. #6
    Citação Postado originalmente por Juscelino .Junior Ver Post
    Triste, sinto muito pelo acontecido, NADA é justificável pra essa violência, e não adianta culpar os religiosos. Aos que dizem que o câncer do mundo é a religião: O câncer do mundo é o homem, religião não é e nunca será desculpa pra maldade assim.

    Não me entendam mal, mas o que eles fizeram, também, foi pedir pra morrer. Putz, fazer piada com Maomé? Gente, não dá, isso é arriscado demais, foram as consequências. Não estou dizendo que eles mereceram, de forma alguma, mas eles sabiam mto bem onde tavam se metendo, zuar com Maomé é apertar a ferida dos mulçumanos.
    Cara, veja bem, esse seu discurso – li e ouvi vários do tipo durante esses dias - do tipo “lamento a morte dessas pessoas, e nada justifica o atentado, MAS...”. Esse “mas” é uma designação de oposição, portanto depõe contra que diz achar o atentado injustificável. Se na opinião de injustificável se encontra um “mas”, quer dizer que não está contido um “não se justifica em hipótese alguma”.

    Ao analisar uma situação como essa, não se pode de forma alguma perder o senso de proporções. Uma pessoa fez uma piada, uma sátira, e a outra pessoa matou por conta de uma piada.

    Algo similar ocorre quanto à análise de um caso de estupro sofrido por uma mulher. Alguém fala: “Ah coitada, que absurdo uma coisa dessa acontecer, mas também quem manda se vestir com roupas tão curtas.

    Quando se perde o senso de proporções, você pode transferir a culpa para vítima, o que seria um relativismo doentio.


    Quanto ao que você havia falado sobre religião, concordo. Apesar deu não ser religioso, não acho que a religião seja um mal, pelo contrário. Mas em situações como essa os neo-ateus se aproveitam para endossar suas críticas quanto a religião.
    Última edição por Shaka III; 09/01/2015 às 13:34.

  7. #7
    Citação Postado originalmente por Shaka III Ver Post
    Cara, veja bem, esse seu discurso – li e ouvi vários do tipo durante esses dias - do tipo “lamento a morte dessas pessoas, e nada justifica o atentando, MAS...”. Esse “mas” é uma designação de oposição, portanto depõe contra que diz achar o atentado injustificável. Se na opinião de injustificável se encontra um “mas”, quer dizer que não está contido um “não se justifica em hipótese alguma”.

    Ao analisar uma situação como essa, não se pode de forma alguma perder o senso de proporções. Uma pessoa fez uma piada, uma sátira, e a outra pessoa matou por conta de uma piada.

    Algo similar ocorre quanto à análise de um caso de estupro sofrido por uma mulher. Alguém fala: “Ah coitada, que absurdo uma coisa dessa acontecer, mas também quem manda se vestir com roupas tão curtas.

    Quando se perde o senso de proporções, você pode transferir a culpa para vítima, o que seria um relativismo doentio.


    Quanto ao que você havia falado sobre religião, concordo. Apesar deu não ser religioso, não acho que a religião seja um mal, pelo contrário. Mas em situações como essa os neo-ateus se aproveitam para endossar suas críticas quanto a religião.
    Cara, as coisas não acontecem como deveriam no nosso mundo. Nem tudo que vc sofre vc merece, não há justificativa para o que ocorreu, porém houve consequências (consequências que não deveriam existir, mas existem) que a mídia francesa já devia se atentar, não dá pra fazer piada com Maomé. O "mas " existe sim, não há justificativas pra ele existir, mas o que a gente pode fazer quanto a isso? Essa é a realidade. Muito provavelmente eles sabiam que iam entrar me problemas por isso, e arriscaram a vida deles.

  8. #8
    Ex-Presidente do Brasil Avatar de Ryan Cullen
    Data de Ingresso
    Aug 2009
    Localização
    Forgotten Realms
    Posts
    7.989
    Citação Postado originalmente por Juscelino .Junior Ver Post
    Cara, as coisas não acontecem como deveriam no nosso mundo. Nem tudo que vc sofre vc merece, não há justificativa para o que ocorreu, porém houve consequências (consequências que não deveriam existir, mas existem) que a mídia francesa já devia se atentar, não dá pra fazer piada com Maomé..
    Quem disse isso?

    Essa revista satiriza absolutamente tudo e todos, sem exceções. Quer dizer que pode zoar os judeus, cristãos, budistas, mas muçulmanos não? Proibir piada com uma das religiões é o primeiro passo para proibir sátiras com todas as outras.

    E aí, meu amigo, voltamos à Idade das Trevas.

  9. #9
    Citação Postado originalmente por Ryan Cullen Ver Post
    Quem disse isso?

    Essa revista satiriza absolutamente tudo e todos, sem exceções. Quer dizer que pode zoar os judeus, cristãos, budistas, mas muçulmanos não? Proibir piada com uma das religiões é o primeiro passo para proibir sátiras com todas as outras.

    E aí, meu amigo, voltamos à Idade das Trevas.
    Eu entendo isso, eu mesmo sou cristão e não acho legal satirizar Jesus e nem por isso saio matando por aí. Só que os islãs o fazem, é complicado esse lance de Maomé, é brincar com fogo.

  10. #10
    Ex-Presidente do Brasil Avatar de Ryan Cullen
    Data de Ingresso
    Aug 2009
    Localização
    Forgotten Realms
    Posts
    7.989
    Citação Postado originalmente por Juscelino .Junior Ver Post
    Eu entendo isso, eu mesmo sou cristão e não acho legal satirizar Jesus e nem por isso saio matando por aí. Só que os islãs o fazem, é complicado esse lance de Maomé, é brincar com fogo.
    Não é porque eles fazem isso que os chargistas devem largar os seus empregos ou se omitirem de fazer piadas a respeito de Maomé ou qualquer elemento do Islã. Ou tu deixa de andar na rua porque tem assalto? Ou deixa de andar de carro porque podem te sequestrar em um semáforo?

    Além do mais, essa revista existe há anos. Ninguém obrigou-os a se mudarem para a França, muito menos a lerem tal publicação.

    Citação Postado originalmente por Juscelino .Junior Ver Post
    (...) não dá pra fazer piada com Maomé. O "mas " existe sim, não há justificativas pra ele existir, mas o que a gente pode fazer quanto a isso?
    Esse tipo de violência não pode ser justificada. Não há espaço para "mas", "porém" ou "entretanto".

    Se determinados muçulmanos (franceses ou não) se sentiram ofendidos pelas charges, que busquem as medidas legais cabíveis. Direito à (pleitear) indenização eles tem. Matar aqueles que - em tese - lhes ofenderam, não.

    ---
    Edit:

    E tais atos de terror (sim, é isso que fizeram) sempre encontram respaldo na opinião de algum retardado. Veja-se:

    Rádio Do Estado Islâmico chama de 'heróis' autores de ataque em Paris
    'Heróis jihadistas fizeram isto para vingar o profeta Maomé', diz boletim.

    Lamentável.
    Última edição por Ryan Cullen; 09/01/2015 às 10:43.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •