Resultados 1 a 7 de 7

Tópico: debate economico: 2 coisas

  1. #1
    Ex-Presidente do Brasil Avatar de Jazar
    Data de Ingresso
    May 2009
    Localização
    Niterói-RJ
    Posts
    6.749

    debate economico: 2 coisas

    1-

    bem, no passado muitos paises procuravam o governo brasileiro para comprar raw diretamente, por gold ou moeda estrangeira, quando fomos tentar isso os admins baniram nosso estoque (a de madeiras que so foi desbanida no governo reshev). O governo nao ira usar mais empresas de raw para os militares, pretendemos vender ou leiloar a maioria das de raw e manter apenas 1 de cada (inclusive foi sugerido uma titanio sispro :s) para manter estoque, mas seriam basicamente funcionarios privados.

    Eis que o ministerio da fazenda sugeriu o uso dessas empresas para fazer o seguinte: exportar e vender raw aos paises aliados, a ideia e basica, injetar brl, coletar moeda estrangeira e transformar em gold.

    gostaria de ver um debate sobre isso.

    ===

    2-

    gostaria de lembrar aos senhores de que precisamos fazer um estudo detalhado e profundo ;3 sobre as taxas atuais e criar uma politica atual visando o conjunto e não a individualidade:

    http://www.erepublik.com/en/country/economy/Brazil

    tank e artilharia precisam subir ja (as taxas) o import de helicoptero precisa de uma descida por exemplo e sugiro também o income de titanio = 25% pq? percebi um problema.... empresarios novatos (ou espertos) criam empresas de titanio e contraram novatos, o sujeito entra e nao tem noção das taxas, ele trabalha e perde metade do salario!

    temos uma regiao de titanio medio, vamos colocar taxas que desestimulem o uso dessas reservas, não que impossibilitem.

    por mim colocavamos todos os raw com um income X e import alta (titanio, import baixo e income x+10~15)

    colocavamos os manufaturados com o income x+3~5 e import alto (so que artilharia e helicoptero com import mais baixo) e o vat 1~3

    construções mesmo esquema de manufaturados

    ===

    debatam, opinem façam sugestoes e etc :3
    “Maybe, just maybe, there is no purpose in life… but if you linger a while longer in this world, you might discover something of value in it.”

  2. #2

    Re:debate economico: 2 coisas

    Acho que Helicóptero e Artilharia não precisam de Import diferenciado.

    Desde que tenhamos Titânio, seja nosso ou importado, teremos toda a capacidade de produzir estes dois itens.

    Na minha opinião, baixar o Import de Titânio seria o bastante para sustentar estas indústrias.

  3. #3

    Re:debate economico: 2 coisas

    Citação Postado originalmente por Antonio Salgado Ver Post

    por mim colocavamos todos os raw com um income X e import alta (titanio, import baixo e income x+10~15)
    Mas não decidimos que o import baixo seria o regulador para evitar que o RAW ficasse com preços exorbitantes?

  4. #4
    Ex-Presidente do Brasil Avatar de Jazar
    Data de Ingresso
    May 2009
    Localização
    Niterói-RJ
    Posts
    6.749

    Re:debate economico: 2 coisas

    postei aqui sobre debate, para abertura de um, nao falei que as taxas serao assim ou assado ate pq qm vota e propoe e o congresso. no caso voces decidiram :3
    “Maybe, just maybe, there is no purpose in life… but if you linger a while longer in this world, you might discover something of value in it.”

  5. #5

    Re:debate economico: 2 coisas

    Citação Postado originalmente por Antonio Salgado Ver Post
    postei aqui sobre debate, para abertura de um, nao falei que as taxas serao assim ou assado ate pq qm vota e propoe e o congresso. no caso voces decidiram :3
    lol. É cada uma.

    Quanto a sua primeira colocação, estou de pleno acordo, seria um ótimo meio, vender para os aliados.
    Porém, fico em dúvida de como faríamos para pagar o salário dos trabalhadores, já que não teremos mais soldados em empresas. Já que teríamos que fazer um preço competitivo.

    E emitir mais moeda nesse período ainda conturbado seria o ideal? Espero não ter entendido errado, e caso o tenha feito, me avisem.

    2 -

    Podemos alterar sim, mas fica a pergunta, qual seria o income para titânio que desencorajaria os empresários a investir nesse setor ao mesmo tempo que não cause o problema citado?

  6. #6
    Ex-Presidente do Brasil Avatar de Jazar
    Data de Ingresso
    May 2009
    Localização
    Niterói-RJ
    Posts
    6.749

    Re:debate economico: 2 coisas

    bem 10% ou 15 acima do income dos demais raw
    “Maybe, just maybe, there is no purpose in life… but if you linger a while longer in this world, you might discover something of value in it.”

  7. #7
    Senior Member Avatar de Magabo
    Data de Ingresso
    May 2009
    Posts
    1.551

    Re:debate economico: 2 coisas

    Acho que o papel do Iron mudou com a v2, não precisando mais ter um Income diferenciado...

    Pra mim o melhor cenário ao Brasil seria Income 10~15% pra Harvest e 15~20% para o restante, pra priorizar Harvest.
    Import baixo pra Titanio, Import alto ao restante dos RM, que não vão faltar.

    Em seguida 2 caminhos pra Manufacturing (Armas/Food/MT):

    1 - Import baixo pra Food (15%) e nulo pra Armas e MT (0~5%) e exército com estatais semi-ativas, apenas algumas poucas acumulando algum estoque, comprando o que precisar no dia-a-dia do mercado e recorrendo à estatal apenas se os preços ficarem altos~proibitivos. Impressão de BRL baixa (100~200k/mês máx) pra arrecadar gold necessário pra MPPs e taxas de aliança, etc. e usando arrecadação por impostos pra manter estatais e comprar suprimentos.

    2 - Import proibitivo pra Food (50%+) e baixo pra Armas e MT (15~20%) e exército com estatais ativas, imprimindo quantia significativa de BRL pra manter várias estatais e arrecadar bastante gold pra MPPs, taxas, gastos com guerra, gasto com soldados, etc.


    Pessoalmente acho que a primeira opção seria melhor, mas na transição pra v2 o exército já escolheu a segunda opção.

    Taxas têm que ser debatidas de acordo com a política monetária do governo e não o inverso.



    Sobre a sugestão 1 de usar as empresas de raw pra exportar, creio que só inflaria o job market do setor, se analisar como o governo se comporta quando procura empregados.
    E acho que o tempo gasto com isso não valeria a arrecadação, sendo melhor por as empresas a venda no mercado pelo preço de criação delas e esperar alguém comprar.
    [Suriat]

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •