Resultados 1 a 7 de 7

Tópico: Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

  1. #1
    Senior Member Avatar de vinicius santiago
    Data de Ingresso
    May 2009
    Localização
    São Paulo
    Posts
    8.755

    Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

    16/05/2009, 5 meses atrás, dia do meu nascimento. Um nascimento estranho: já nascemos trabalhando e treinando nossa força. Mas não é sobre comparações Real Life (RL) x eRep Life. Esse artigo é sobre o eBrasil e que propostas vejo como viável na nossa realidade.


    (O tempo passa mais rápido do q pensamos)

    Em 5 meses de jogo eu vi algumas coisas mudando no emundo:
    Mesopotamia devolvida, SA toda conquistada e parcialmente devolvida, 2 territórios espanhóis conquistados e perdidos, o impenetrável EUA todo conquistado, a malvada ATLANTIS destruída e “dividida” em EDEN e FORTIS (duas faces da mesma moeda).
    Novos atores globais: Coréia do Norte e nossos vizinhos na América do sul.
    Novas potências globais: O babyboom francês, o paraíso letoniano do Black Market, o crescimento russo.

    Neopestes invadindo o ebrasil e fazendo do miguxês não só mecanismo de segurança, mas língua quase oficial.

    [size=3]Infelizmente, nem tudo mudou no eBrasil.[/size]
    O babyboom é uma promessa se concretizando, acreditamos que temos alguma estrutura para receber os novatos mas não temos foco nas questões estruturais:

    - Os partidos só tem ambição de poder, mas nenhum projeto de poder
    - O congresso enfeita e não tem foco ou organização efetiva, só buscando o “Presidente do Congresso” (mais um cargo bonito para o político profissional escrever em seu currículo
    - As presidências são decididas de supetão, sem nenhuma estabilidade, sentido ou preparo.
    - A estrutura do executivo não se mantém estável, variando muito a cada governo.

    Em resumo, me sinto e estou velho, sem muita paciência para os problemas de sempre, para novatos arrogantes e que não sabem nada ou para os velhos ranhetas e céticos que só buscam criticar o que não querem fazer.

    [size=3]Mas e daí???[/size]



    Não sou um fã de escrever artigos. Acredito que se não for para fazer uma análise completa, falar de um assunto inédito ou virar uma referência naquele assunto, o artigo está ali pra satisfazer o ego do ‘jornalista’.

    O Propostas ao eBrasil tem um propósito: Idéias novas, análises de temas que não estão em destaque e alguns tutoriais menos freqüentes.

    Esse artigo é sobre novas idéias. Novas idéias para o congresso, para o governo, para os partidos. Da política a mudança para economia e, em ambas, para os cidadãos. Não domino a questão militar, por isso, não falarei sobre ela.

    [size= 3]Novos projetos[/size]


    [size=3] “Roma não foi feita em um dia”[/size]
    A primeira coisa que temos que entender: boas idéias levam tempo para serem construídas. Idéias ruins são rápidas para serem implementadas e criarão muitos problemas.

    O babyboom é um exemplo disso: estamos planejando, estruturando e fazendo-o já tem, pelo menos, 9 meses (com trocadilho).

    A UB tem sua cooperativa, o PIL seu Clube de Investidores, todos levaram, pelo menos, 15 dias de planejamento. Nenhum bom projeto é realizado da noite para o dia.

    Da mesma forma, um projeto para o congresso tem que fazer parte de um plano maior de mudanças, uma reestruturação do governo tem que fazer parte de uma mudança planejada nos ministérios que dure mais que 30 dias.

    Presidente, Congressistas e Presidentes de Partidos tem que pensar para além de seus mandatos. Os 30 dias de mandato é um tempo muito pequeno para que mudanças planejadas e bem feitas sejam concretizadas.

    Mas eles não fazem!
    Sim, não fazem e o que acontece é que perdemos projetos iniciados. Orgs largadas por falta de uso, idéias paradas que serão ressuscitadas daqui a alguns meses, quando outro presidente lembrar ou tiver a mesma idéia. (Gift para todos e Ministério da Saúde são, essencialmente, a mesma idéia: instrução + gift para novatos)

    Em suma, é preciso Planejamento em longo prazo.



    Meu chamado é aos homens públicos desse país:


    Poder Legislativo



    Façamos o congresso ter uma função além de caçar golds. Criemos comissões especializadas, onde os parlamentares estariam nelas pelo conhecimento que detém e poderão ser efetivos na contribuição para o país e não ser o local para aprovar o que o presidente pedir.

    Sugestão de Comissões:
    - Comissão de Orçamento e Controle: Análise das contas do governo
    - Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional: Análise dos MPPs celebrados, análise de novos embaixadores.
    - Comissão de Assuntos Econômicos: Análise dos preços de mercado, salário mínimo e new citizen fee.
    - Comissão de Assuntos Tributários: Análise e proposição de mudança nos impostos, principalmente análise da import tax que pode flutuar muito.
    - Comissão de Assuntos Sociais e Imprensa: New Citizen message, comunicação com a população das medidas tomadas pelas demais comissões, Jornal do Congresso.

    Nenhuma proposta de outro mundo, só segmentação dos congressistas por assuntos que se dedicarão e uma seleção dos ativos e dos zumbis-caça-gold-e-medalha.

    O presidente poderia até ter uma função definida: organizar a pauta das propostas, com cada congressista enviando para ele o que tem interesse de propor e encaminhando para as comissões corretas. Tudo fora disso: negado automaticamente, salvo caso de segurança nacional.


    Poder Executivo


    Antes de tudo: Ministérios estruturados e permanentes.

    O governo RL tem 35 ministérios e + 4 secretarias especiais com status de ministério. Mesmo que reduzamos todos os ministérios, 4 deles são obrigatórios por questão constitucional:
    (Estudantes de Direito, vejam se vc sabem disso)
    - Ministério da Justiça
    - Ministério das Relações Exteriores
    - Ministério da Defesa
    - Ministério da Fazenda.

    As 4 funções clássicas do estado liberal.

    Ao menos esses 4 ministérios precisam existir:

    Justiça: Contratos do governo, auxílio aos cidadãos para fazer contratos no fórum oficial, estruturação de Júri pra contratos. (sim, é proposta nova)
    Relações Exteriores: Não é só o MoFA. O Chanceler não é deus pra ser onipresente. MoFA com eTamaraty estruturado e embaixadores com mandato longo, desvinculados do governo que os nomeou. (Presidente define política exterior, eTamaraty executa).
    Defesa: Mod, Estado Maior e comandantes de batalhões. (Existem artigos sobre ele, procure no google)
    Fazenda: MoF e assistentes técnicos, que poderão analisar de forma mais completa o mercado. O MoF também não é deus para ser onipresente.

    Outros ministério importantes:
    Saúde/Solidariedade: Gifts, food, MT, o que novatos precisarem.
    Educação: Tutorial todo santo dia, repetindo a cada 30 dias os tutoriais. Martelar informação na cabeça de todo mundo até cansar. (Quando cansar, repete e repete.)

    Estruturas governamentais não ministeriais:
    Controladoria-Geral a.k.a. Controle Nacional, Porta-Voz da Presidência, Imprensa Nacional/ Diário Oficial/ Ministério das Comunicações.

    Exceto o Controle Nacional, por razões obvias, as demais estruturas podem variar de presidente para presidente.

    Fator fundamental: É preciso termos servidores públicos. Estrutura organizacional que não dependa do Ministro, do Governo eleito. Cidadãos que sirvam ao Estado Brasileiro, ainda que obedecendo ordens do governo atual.

    Estruturar ministérios com uma estrutura permanente e que opere independente de uma ou 3 ou 4 pessoas. O eTamaraty atualmente esboça isso com seus embaixadores permanentes e relatórios internos semanais.


    Poder Judiciário


    “O judiciário do eRep são os admin”

    Meia Verdade. O Judiciário é o poder menos desenvolvido do eRep. A execução de sentenças é realizada pelos administradores, mas o julgamento não é necessariamente efetuado pelos admins.

    Nesse tratado sobre contratos e nos demais artigos que o compõe, podemos entender que existe a modalidade de Júri, onde podem ser indicadas pessoas que dirão se o contrato foi quebrado ou não, independente da análise dos admins, que só verão os votos e farão o determinado no texto do contrato.

    O Poder Judiciário, no eRep, divide o poder de decisão com cidadãos, desde que as partes do contrato voluntariamente escolham assim. Não é possível punir sem os admins, mas é possível julgar algumas matérias sem eles.

    Idéias para o Judicário que seriam aplicadas através do Executivo (Ministério da Justica:

    - Orientação sobre elaboração de contatos: uma das ferramentas menos utilizadas no eBrasil e mais seguras no eRepublik.
    - Criação dos contratos em inglês: O cidadão pediria via fórum ou PM um contrato para uma questão, os servidores do ministério da justiça verificariam os modelos de contrato que possuem e encaminhariam para o cidadão o link do contrato que criaram para ele no fórum, de forma que as duas partes só precisem assinar.

    - Estruturação de Júri para Contratos: Contratos envolvendo questões simples, como: Empréstimo direcionado para upgrade de empresa ou compra de EL, itens que não dependam de conhecimento dos admins para confirmar se foi cumprido ou não, todos esses poderão ter um Júri, composto por qtos membros as partes acharem necessário, resolvendo o caso com mais rapidez e com a possibilidade de argumentação junto aos jurados.

    ----
    [size=3]
    Esse artigo foi escrito aos poucos, sendo publicado cada parte e sendo ouvido e considerado o que outras pessoas comentaram sobre ele.

    Não pretendo ser presidente, ministro, congressis, presidente de partido, membro de júri ou emérito da PEACE. Ser homem público é mais do que pensar no próprio umbigo, seja ele o seu proprio ou do seu grupo.

    Novas idéias estão lançadas, precisamos de mais executores e menos idealistas.


    FAÇA SUA PARTE!!!


    Esse artigo será republicado no fórum do ebrasil, evitando que se perca em 2 dias.
    [/size]
    Novos jogadores: Meu referrer no vNations Venha ajudar na luta.
    Minha dica pra você: Largue o eRepublik, fique no fórum e vá ler uns livros.
    P.S.: Ainda na eterna luta contra as matronas do politicamente correto.

  2. #2
    Senior Member Avatar de Magabo
    Data de Ingresso
    May 2009
    Posts
    1.550

    Re: Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

    Como eu disse lah, ninguem realmente se mexeu pra nada.
    [Suriat]

  3. #3

    Re: Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

    Gostei das propostas, mas onde está o povo para discutí-las?

  4. #4
    Congressista Avatar de Dennys Asimov
    Data de Ingresso
    Nov 2009
    Localização
    Paulistano hardcore
    Posts
    987

    Re: Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

    Eu também gostei muito das suas idéias. precisamos parar de ficar só no ideal, nas propostas e BOTAR PARA APRECIAÇÃO, dando NOMES e delegando RESPONSABILIDADES, com PRAZOS e apresentação de RESULTADOS, parciais, nulos ou totais.

    Eu me comprometo a ser um dos EXECUTORES.. levando adiante os projetos apresentados e à apresentar, na instância do CONGRESSO e no respaldo desse. Por isso sou candidato pelo PND/PIL à região do Rio Grande do Sul. Minhas propostas: http://erepublikbrasil.saria.uni5.ne...15723#msg15723

    Peço que vocês participem da política e façam a sua parte votando em quem se propõe a botar a mão na massa. Mesmo que não seja da sua região, votem!

    Abraços,
    ASIMOV


  5. #5
    Member
    Data de Ingresso
    May 2009
    Posts
    113

    Re:Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

    Parabens pelo texto.

    é dar tempo ao tempo agora.


  6. #6
    willionardo
    Guest

    Re:Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

    Gostei!!!
    Mas me assustei!!!
    HEHEHEHEHEHEHEHE

  7. #7
    Scout Wiemier
    Guest

    Re:Balanço e Projetos: 5 meses no eRepublik

    Falou o meu idioma!!
    Podemos discutir coisas interessantes, o Congressista Caius Julio Cesar quer fazer uma Constituição para o eBrasil...

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •