Página 1 de 6 123 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 52

Tópico: Taxa de importação - Food

  1. #1
    Timborium
    Guest

    Taxa de importação - Food

    É sabido que o Brasil conquistou novas regiões e pretende "trocá-las", por assim dizer, no futuro.

    Com essas novas regiões tivemos a entrada de diversas novas empresas no mercado nacional espalhadas em variados setores.

    Associando-se isso ao nosso câmbio valorizado (um dos mais valorizado do emundo) e a nossa taxa de importação baixa (40%) nosso mercado de comida está superpovoado de estrangeiros.

    Em uma rápida e imprecisa pesquisa já pude observar que o marcado brasileiro de comida tem a seguinte participação em importações:

    Food Q1: 5 empresas importadoras
    Food Q2: 2 importadoras e 1 "agregada"
    Food Q3: 2 importadoras e 1 "agregada"
    Food Q4: 1 importadora
    Food Q5: 1 importadora

    Acredito que há mais empresas estrangeiras atuando, mas essas foram as "catalogadas" até o momento.

    Diante desses fatos, em razão da diferença do preço do grão brasileiro, dos salários que pagamos e do nosso câmbio, sugiro que aumentemos nossa taxa de importação para 99% pois o mercado já possui uma boa concorrência com as próprias empresas nacionais, não precisando que importemos comida de outros países.

    Aguardo posicionamento dos colegas congressistas para poder propor essa alteração.

    OBS: essa pesquisa deverá ser feita também em outros setores como gift e tickets.

  2. #2
    markitow
    Guest

    Re: Taxa de importação - Food

    Bom dia, não sou congressista. Mas gostaria de registrar minha opinião.

    Concordo que a concorrencia, principalmente no setor de food Q1 e Q2 esta ficando desleal. Não digo aumentar para 99%, talvez não seja o ideal, mas concordo que tem que ser aumentado para valorizar e estimular a economia nacional, visto que alguns empresários do ramo estão tendo deficit.

    Abs.

  3. #3
    Timborium
    Guest

    Re: Taxa de importação - Food

    Apenas reforçando, se analisarmos algumas das empresas nacionais que estão com produtos á venda já demitiram seus funcionários e estão apenas tentanto vender o que já produziram.

    Se isso se propagar vai refletir nos salários da população.

  4. #4
    Senior Member Avatar de Olorum
    Data de Ingresso
    May 2009
    Posts
    6.196

    Re: Taxa de importação - Food

    Sem noção...quer Imposto de 99% para Food, enquanto as Empresas de Armas estão indo à falência com 25%.

    Daqui a pouco as Armas estão no Preço da Food...eu acho incrível como em Food sempre aparecem Congressistas para aumentar os Impostos, sempre tem gente com Argumentos para o Aumento, mas quando é em Armas, os mesmos Argumentos não são usados...

    Tem várias Empresas Estrangeiras vendendo Armas Q1...quando as Brasileiras começarem a fechar por ter que vender Arma a 7 BRL, quero ver o que os Congressistas vão falar.

  5. #5
    Timborium
    Guest

    Re: Taxa de importação - Food

    Olorum, a ideia é exatamente ajustar os impostos de importação à demanda e oferta das empresas estrangeiras.

    O setor de weapon é certamente um setor que precisa ser analisado e discutido, certamente precisam ser protegidas as empresas nacionais, todavia, como as armas afetam diretamente a guerra acredito ser mais fácil iniciar essa discussão em outro setor e depois expandir para as armas.

  6. #6
    Senior Member Avatar de Olorum
    Data de Ingresso
    May 2009
    Posts
    6.196

    Re: Taxa de importação - Food

    O problema é o Tempo, não tem mais tempo para ficar esperando...o Setor de Armas está com problema há mais de 1 mês e os Congressistas não fazem nada...vocês pouco se importam se as Empresas estão quebrando, querem apenas comprar Armas baratas.

    Enquanto todos os Setores têm 40~50% de Imposto, Arma tem 25%, isso é ridículo...se querem Proteger as Empresas Nacionais, comecem pelo Setor que está com mais problemas.


    Você tem Empresa de Grãos ou de Food?

    : ]

  7. #7
    Membro Exército Brasileiro Avatar de jo_cidadao
    Data de Ingresso
    May 2009
    Localização
    Brasil
    Posts
    485

    Re: Taxa de importação - Food

    99% é absurdo!
    vai mais do dobrar o preço de comida aqui.
    como vocês querem o baby boom se os novatos não conseguirem nem comprar comida Q1?

  8. #8
    Timborium
    Guest

    Re: Taxa de importação - Food

    Olorum, meu ponto principal, como eu falei no começo é diminuir a atuação de empresas estrangeiras no Brasil, principalmente as importadoras.

    Minha melhor solução seria a desvalorização da moeda, tenho o patamar de 38 BRL que foi praticado no governo Tex como ideal, pois ele ajuda a impedir ainda o mercado negro que prejudica tanto o governo, quanto os trabalhadores, quanto os empresários nacionais.

    Todavia, a medida mais emergencial que acredito que possamos tomar seria a da alteração da import tax. Desejo fazer isso em vários setores e não só o de food, como queres sugerir. Apenas decidi em iniciar os debates por esse setor por alguns motivos, a saber:

    1 - É o setor mais "estável" do jogo, ou seja, não é alterado por guerras ou pela falta delas;
    2 - É o setor onde é mais difícil exportar, pois todos os países protegem bem seus mercados;
    3 - Atrás das armas, é o setor de manufatura que tem mais empresas nacionais.

    O meu ponto é bem simples: com a presença estrangeira do jeito que está as empresas nacionais quebrarão, ou terão de reduzir custos (seja reduzindo salários, seja comprando insumos fora), e perderemos muitos empregos, bem como riqueza local, além do fato dos salários diminuírem pela falta de ofertas no job market.

    O Q mais afetado por isso certamente é o Q1 que sofre com essa competição desleal dos gringos, seja no setor de food, seja no setor de armas e, independente do que sugeres, pretendo sugerir uma revisão das outras taxas também.

    P.S.: Quanto à sua pergunta: Tenho empresas em todos os setores manufaturados e não possuo empresa de grãos.

  9. #9
    Senior Member Avatar de NinjaVelho
    Data de Ingresso
    May 2009
    Localização
    Rio Grande do Sul
    Posts
    978

    Re: Taxa de importação - Food

    concordo totalmente timborium!!

    ontem eu fui comprar comida e me assustei: comprei food q1 a 70 centavos!
    eu tinha pensado em falar de 90%, pq 99 assusta as vezes...
    qdo propus diminuir o citizen fee, calculei com o preço do food q1 sendo 1.25 brl, e algumas pessoas falaram em manter a import baixa para o preço do food nao passar disso, mas eu acho que mesmo aumentando pra 90% nao passara (qualquer coisa é só diminuir de novo).

    e olorum, armas é o paraiso para os empresarios, comparado com food...
    veja:
    5 grain (preço + barato do mundo): 0.0365 gold = 1.21 brl
    5 iron (preço brasileiro): 0.0665 gold = 2.43 brl
    como a produtividade para uma arma e 5 comidas eh a mesma, a diferença de preço entre uma arma q1 e 5 unidades de comida q1 deveria ser de 1.22 brl.
    preços observados:
    food q1(preço normal): 1brl
    5 food q1: 5brl
    weapon q1: 7.51 brl

    diferença: 2.51brl, que eh maior que os 1.21 previstos.
    então food eh mais urgente de mexer.

    "The world is the war not have a victory and a lose" - Parmalat, Jan/09

  10. #10
    Senior Member Avatar de Olorum
    Data de Ingresso
    May 2009
    Posts
    6.196

    Re: Taxa de importação - Food

    Dizer que Food é mais urgente é não conhecer os Setores...o Timborium tem Empresas de Food, por isso a Proposta.

    As Empresas de Armas estão lutando com um Imposto de 25% há mais de 1 mês, várias já faliram e outras vão seguir o mesmo caminho, simplesmente porque vender Arma a 7.5 BRL é vender a Preço de Custo, ou ter Prejuízo em muitos casos.

    Food estava com Imposto a 75%, foi diminuído para 40% faz pouco tempo, então aprendam a conviver com isso...se as Empresas de Armas ficaram mais de um mês com Imposto a 25%, as de Food não podem ficar a 40%? Quanta Hipocrisia.

    Não vejo preocupação alguma com as Empresas do Brasil, mas apenas gente preocupada com as próprias Empresas, como sempre.

    Quem conhece o Mercado no eR, sabe que Food se vende todos os dias, Armas não...as Empresas de Armas precisam ter um Lucro maior do que os demais Setores, durante as Guerras, para poder aguentar os Períodos de Paz, quando não se vendem Armas.

    Mas eu duvido muito que isso vá mudar, vamos continuar vivendo num País em que os Congressistas pensam apenas em si mesmos e dane-se o resto.

    Não se importam se há um mês as Empresas de Armas estão falindo, os Congressistas querem apenas comprar Armas baratas e vender caro os Produtos de suas Empresas.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •